sexta-feira, 20 de novembro de 2009

- Não era do meu querer.

- Não queria amar, não mesmo. Talvez para me proteger dos carinhos bobos, dos olhos brilhantes, dos pensamentos que não comando, dos sorrisos que saem sem minha ordem ou até do coração que dispara toda vez que te olho. Incrível como perco totalmente o comando sobre meus atos, incrível! Certo dia me peguei olhando as estrelas no alto do céu, contemplando o brilho delas e imaginando alguma forma de pegar pelo menos uma e te dar, sabe? Te dar pra me tornar inesquecível, pra brilhar sempre a noite e fazer com que você lembre de mim, mesmo se um dia estivermos distantes. Não pense que me senti seu sol, pois imagino que seja o contrário, você me ilumina e eu brinco de brilhar como as pequenas estrelas que se juntam no céu e fazem festa por estarem felizes. Pareço bobo e confesso que devo estar, mas é assim que me sinto contigo, totalmente desarmado das proteções que criei para me proteger do mundo pois sei que em você encontro uma fortaleza se eu quiser e deixar. Te deixo se aproximar, me abraçar, me querer, me sentir, me beijar e me fazer feliz, do seu jeito, sem qualquer empecilho. Te vejo sorrir, te vejo caminhar, te vejo se despedir. O que me resta é olhar o relógio, contar os minutos e esperar que volte. Não para mim, mas para o que sinto. Não por você, mas para o que sente. Não por paixão, mas por amor sabe? Não queria amar mas felizmente aconteceu!

6 comentários:

mais um garoto malvado disse...

Não queria amar, por não ter tido a oportunidade. Entretanto, tão logo viu a luz na fenda do amor, assim como a criança vê a fenda de uma tenda e tenta descobrir o que se passa ali por trás, você o fez. Você brinca com o inevitável, por isso que gosto de te ler *-*

~*rafasonehara disse...

é amor chega de mansinho
e por mais que a gente não queira
ele dá um jeito de permanecer conosco
ameii o texto de hoje
beijooos

Taw disse...

xD

:-P

Diana disse...

Meu último texto foi escrito com as mesmas cores. Mas, as suas são tão mais doces.

naty choc :D disse...

O amor sempre muda as pessoas, talvez pelo sentimento ser puro, doce. Estamos sempre a espera de alguem que nos desarme, que nos deixe bobos, sorrindo para as paredes, olhando as estrelas.. é um sentimento bonito esse, o amor.

Ana disse...

Já disseram que as estrelas moram em meu olhar.
Deve ser por isso que vez ou outra há chuva por aqui.
Uma hora elas têm que descansar e parar de brilhar.


-

Mudou o visual aqui, ficou ótimo... Não tenho paciência pra essas coisas.
Aliás, mal posto, quanto mais mudar aparência de blog.

-

Bjs!