segunda-feira, 19 de outubro de 2009

- uma decisão.

- o anjo que era seguro de si tinha perdido toda essa confiança e fechado as asas pra caminhar no mundo do outro. Sentiu medo e ia vagarosamente por caminhos que não conhecia tentando se proteger do que pudesse acontecer. O que aconteceu com ele o atormentava mas estava afim de arriscar todas as suas vantagens de ser um anjo pra ser um ser comum sabe? Talvez tivesse sido burro, tomado uma decisão mais irracional do que os próprios seres irracionais tomariam em seu lugar, mas ele não quis pensar e arriscou. Começou a sentir dores, cansaço, fome e paixão. Viu que lágrimas saíam sem querer dos seus olhos por qualquer motivo que o emocionasse. Estava com medo de não conseguir comandar sua vida, de se perder em caminhos que achava terrível mas que o mundo ousava em oferecer para as pessoas. Sentou num banco de um lugar qualquer e começou a refletir sobre sua decisão. Pensou, pensou e pensou mais um pouco. Percebeu que realmente era o que ele queria. Pegou uma direção qualquer e seguiu o que seu coração dizia. De longe viu quem o fizera sentir desejo de ser comum. Deu passos longos, meio acelerados e pediu pra falar com aquela pessoa. Ficou nervoso, o coração acelerou, as palavras saíam tímidas e num tom meio baixo. Isso não o atrapalhou de maneira alguma pelo que pude ver. O que realmente vi e me agradou foi que depois de alguns minutos de conversa, eles de mãos dadas saíram juntos por um outro caminho sabe? Talvez um que não conhecessem tão bem ou quase nada mas que estavam dispostos a desvendar tudo o que aquilo significava. E o significado logo os inundou e sentiram-se completos.

4 comentários:

Kim Sousa disse...

Vc escreve bem...

e sim, é um pouco dificil não ter medo de coisas novas ou incertas...e comandar sua vida própria vida tmb...abdo passando por isso...

abração...

Laah... disse...

gostei do texto...falaria mais coisas... mas o kim ja falou basicamente tudo rsrss

Bruno Paiva disse...

O Anjo arrisca abrir mão das asas que possui e que fazem dele diferente e chegar perto da perfeição pra sentir ao lado de um pobre e mero mortal o prazer de ser feliz. Com ou sem asas, esse Anjo é um dos seres mais perfeitos e apaixonantes que já conheci. (L)

mais um garoto malvado disse...

o ápice da sua escrita
te amo <3