domingo, 3 de maio de 2009

- tarde pra lhe dizer.

- na tentativa de esquecer, mudei senhas, chaves, lugares, troquei as cores das paredes, rasguei retratos, escondi as cartas no baú, só não consegui mudar meus pensamentos, nem mandar no coração. Você o preenche e dali não sai, nem se eu bater o pé, nem se tomar xingos e empurrões. Pegou pra você o que mesmo estando em mim, não recebe ordens. Minhas mãos continuam atadas e no fundo, até gosto, das feridas remexidas, das histórias revividas. Onde está minha alegria? Perdi quando se foi, se foi o amor da minha vida com o vento e sabe-se lá se vai voltar. Os amigos insistem em me dizer sobre o tempo, mas ele não me conforta. Não vejo outras bocas, não beijo outros olhos, não choro nos sonhos e nem rio nos pesadelos. Tudo lembra você. O quarto, as músicas, a madrugada, a despedida. Onde é que foi parar minha alegria?

6 comentários:

L is for luá disse...

adorei *-*

Jujuba disse...

Fiquei encantada com a forma como escreve. Seu post anterior também ficou maravilhoso! Ao passar os olhos, vi a palavra 'estrelas' (minha paixão maior), e não me contive, li o post inteiro. Lindo, lindo.

Continue postando, gostei muito da tua escrita ^^

Vou te seguir aqui (L)~

Mari Barros disse...

Você escreve maravilhosamente bem, amei!

mais um garoto malvado disse...

Qualquer indivíduo que passa em nossas vidas nos deixa algo e leva consigo um pouquinho de nós.
Seu texto retrata isso de um jeito melódico.
AMEI *-*

Maria Luísa disse...

perfeito *.*

Clara S. disse...

tudo tão perfeito aqui , eu amei a o seu jeito de escrever , o seu jeito de ver a vida , tão único , tão diferente , li todos os posts desde o primeiro , tô seguindo agora , e esse post até agora me tocou de uma forma tão linda , parabéns *-*